Gabinete do Governo cessante, Aníbal Fernández. O desacordo sobre os detalhes da tomada de posse presidencial e as últimas decisões tomadas por Cristina Fernández, a poucos dias de deixar o poder, resultaram na quarta-feira duras palavras de Macri.

Macri, e adicionou que “cada coisa que faz com que ela acredite que é contra o nosso governo, é contra a Argentina”. A tomada de posse presidencial na Argentina é uma solenidade de “usos e costumes”, com a exceção do artigo da Constituição que institui que o presidente eleito necessita prestar juramento perante as duas câmaras do Congresso, reunidas em assembléia. O resto da cerimônia, sobre todo o procedimento de transferência dos símbolos presidenciais -, o bastão e a banda – se libra da tradição.

nesta segunda-Feira a empresa especializada em cerimonial Karina Vilella. Desde o regresso à democracia, em 1983, e até 2003, os presidentes argentinos tomaram posse no dia dez de dezembro, em um feito duplo que adiciona o juramento no Congresso e a transferência do comando da Casa cor-de-Rosa.

A história mudou em 2003 com o morto Néstor Kirchner, que construiu toda a cerimônia de tomada de posse no Parlamento e estreou uma fórmula que manteve Fernández, tua esposa e sucessora. Como este indica a legislação, na próxima quinta-feira, Macri e o seu vice-presidente, Gabriela Michetti, prestarão juramento no Congresso. O passo seguinte será a transferência das medalhas presidenciais: o bastão de comando e a faixa com as cores da bandeira argentina, que o novo presidente quer ganhar pela Casa cor-de-Rosa. Através da Secretaria Geral da Presidência da república sustentam que o Governo cessante é o encarregado de organizar a cerimônia, assim sendo mantêm-se intransigentes pela interpretação de Fernández.

  • Carlos Gajardo, procurador-geral de Alta Complexidade (até janeiro de 2018)
  • 4 Primeira-dama dos Estados unidos 4.1 Restauração da Casa Branca
  • Impulsionar o programa legislativo do Governo
  • Daniel Sanz Carrascal, Responsável de Expansão
  • dezoito Usuários indesejáveis
  • 1 Os progressos agrícolas 8.1.1 A valorização dos recursos agrícolas
  • 7 Referências 7.Um Bibliografia

Vilella sobre o contratempo que custou ao ex-presidente Kirchner um corte pela testa por um golpe com uma câmera. Independentemente do desenvolvimento da cerimônia, Macri terá de se mudar pra Casa cor-de-Rosa, por causa de no teu Salão Branco tomará o juramento a seus ministros e secretários. Também pela sede do Governo oferecerá um almoço pras delegações internacionais convidadas, antes da noite de gala programada no Teatro Colombo, que porá fim à jornada.

Estamos fazendo uma auditoria ao redor do que há verdadeiramente Andaluzia Empreende e visualizar se esse gasto é justificável. Já houve uma reestruturação, por causa de vimos que é uma organização muito cara de que não se compreende a sua efetividade. Não há maneira de suprimir os casos de que tenha sobredimensión ou que não sejam as funções claras? Na Andaluzia Empreende não fizemos nenhum ERE, seria prematuro.

Ali há trabalhadores incríveis, eu conheço diversos deles. Há pessoas trabalhadoras que não merece certos juízos de valor. No caso do SAE, há 14 convenções colectivas diferentes na origem de seus trabalhadores, e a maioria deles têm conhecida a figura de indefinidos não fixos. Os tribunais têm considerado que são estrutura do SAE e há que buscarles uma solução. Alguns são muito bons trabalhadores bem como. Há mais casos como o do presidente da câmara do Porto, que não ia trabalhar para ser o candidato do PSOE? Não entendo se é o caso, mas que haja pessoas que se tome a função pública com leveza é tremendo. Um salário público é sagrado.

Categorias: Finança